Como Migrar Sites Sem Perder SEO

Como Migrar Sites Sem Perder SEO

Dicas de SEO

Sabe quando arruma algo tão bem que simplesmente não quer que ninguém mexa ou altere alguma coisa? Pois é, isto é bastante comum quando se trabalha com otimização de sites, pois o profissional de SEO investe muita energia para deixar tudo o mais amigável possível, e pensar em alterações que podem prejudicar seu trabalho é simplesmente complicado.

E acontece que as estratégias mudam e pode ser o caso de redirecionar um projeto, sendo necessário migrar toda a sua estrutura. Mas será possível migrar um site inteiro sem perder SEO? Bem, pelo menos as otimizações feitas internamente você pode garantir, como iremos conferir nesta publicação.

Importância de Migrar um Site Utilizando Técnicas de SEO

Migrar um site com foco nas principais técnicas de SEO é crucial para preservar e aprimorar a visibilidade online. Durante a migração, é essencial redirecionar corretamente as URLs antigas para as novas, garantindo a transferência eficiente da autoridade do domínio e a manutenção dos rankings nos motores de busca.

Ao adotar boas práticas de SEO na migração, como a otimização de títulos, meta descrições e estrutura de URL, é possível preservar a relevância do conteúdo e melhorar a indexação pelos motores de busca. Além disso, a migração é uma oportunidade para corrigir eventuais erros de SEO existentes no site anterior, como URLs canônicas duplicadas ou problemas de indexação.

A consistência na otimização de conteúdo, incluindo palavras-chave relevantes e tags apropriadas, deve ser mantida ao migrar para garantir a continuidade da relevância nos resultados de pesquisa. Também é crucial testar a acessibilidade e usabilidade do novo site para oferecer uma experiência positiva aos usuários, fatores que os motores de busca levam em consideração ao classificar um site.

Manter a consistência na estratégia de link building é fundamental durante a migração para preservar e fortalecer a autoridade do domínio. Além disso, a atualização e verificação dos sitemaps são práticas essenciais para garantir que os motores de busca rastreiem e indexem eficientemente o novo site.

Como Migrar Sites

Uma migração de site envolve transferir todos os dados, arquivos e configurações de um servidor de hospedagem para outro. Este processo pode ser necessário por vários motivos, como mudança de provedor de hospedagem, atualização de hardware, ou para melhorar o desempenho do site.

Para que possa compreender melhor o processo e inclusive criar o seu checklist de migração, confira os passos básicos para migrar sites.

Escolher um Novo Provedor de Hospedagem: pesquise e selecione um novo provedor de hospedagem que atenda às suas necessidades de recursos, desempenho e suporte.

Backup dos Dados: faça um backup completo de todos os arquivos do seu site, incluindo bancos de dados, imagens e outros elementos importantes.

Configuração do Novo Ambiente: configure o ambiente no novo provedor de hospedagem, incluindo a criação de contas de e-mail, configurações de servidor e instalação de software necessário.

Transferência de Arquivos: transfira os arquivos do seu site do servidor antigo para o novo. Isso pode ser feito via FTP, SSH ou ferramentas de gerenciamento de arquivos oferecidas pelo provedor.

Transferência de Bancos de Dados: se o seu site utiliza bancos de dados, exporte-os do servidor antigo e importe-os no novo. Certifique-se de atualizar configurações de conexão se necessário.

Configuração de DNS: atualize as configurações do servidor de nomes (DNS) para apontar para os servidores do novo provedor. Isso pode levar algum tempo para propagar globalmente.

Testes: realize testes rigorosos para garantir que todos os recursos do site estejam funcionando corretamente no novo ambiente. Isso inclui links, formulários, scripts e funcionalidades específicas.

Atualização de Configurações: se houver alterações nos caminhos dos arquivos, configurações de banco de dados ou outros detalhes específicos do ambiente, atualize essas configurações no site.

Monitoramento Pós-Migração: monitore o site nos dias subsequentes à migração para identificar possíveis problemas e garantir que tudo esteja funcionando corretamente.

Atualização de Registros Externos: se o seu site estiver vinculado a serviços externos (por exemplo, APIs de pagamento), certifique-se de atualizar as configurações correspondentes para o novo ambiente.

Lembre-se de que a migração de um site pode ser um processo complexo e é importante realizar todos os passos com cuidado para evitar interrupções significativas no funcionamento do site. Se possível, consulte o suporte técnico dos provedores de hospedagem envolvidos para obter orientações específicas.

Como Migrar Sites Sem Perder SEO

Migrando Sites Com Foco em SEO

Para ter sucesso na sua investida crie uma pequena documentação de migração e de acordo com as necessidades ou características defina quais serão as prioridades de seu projeto, listando o que será mantido, alterado e eliminado. Mesmo em sites com grandes estruturas e com muitas urls, numa planilha de antes e depois consegue realizar a tarefa de preparo da sua migração.

Com a planilha de migração pronta, os próximos itens vão lhe auxiliar com o desenvolvimento do projeto.

Tipos de Migração

Sua migração pode ser parcial ou total, além de envolver dois ou mais domínios. Seja qual for o tipo, deve listar quais serão as etapas do trabalho de migração, que basicamente envolve a exportação e importação dos conteúdos.

No caso, migrações totais de conteúdo são mais simples de serem feitas, pois contam com menos particularidades entre o antes e depois. Porém, quando a sua migração envolver vários domínios e outras questões, é recomendado criar um checklist com todas as etapas, para garantir que nada falte ou passe do esperado.

Site Antigo x Site Novo

Confira um exemplo de migração que envolve três domínios antigos sendo migrados para um domínio novo.

Migração: Site Antigo x Site Novo

Para esta migração meu checklist incluiu a reciclagem de todos os conteúdos antigos; o agrupamento de conteúdos semelhantes, como páginas de contato; e organização das urls, com as antigas apontando para as novas.

Uma dica útil para esta etapa é de realizar testes de desempenho para conferir o carregamento e outros detalhes em seus sites atuais. Com a migração pronta, faça novos testes para comparar o antes e depois dos domínios. Aliás, caso migre apenas a estrutura e mantenha o domínio, estes testes também são recomendados.

Para migrar um site utilize o plugin All In One WP Migration, que é excelente e serve inclusive para realizar backups dos seus sites. Além de utilizar o plugin, confira algumas dicas e passos úteis para realizar a migração de sites focando no SEO.

Crie uma base de testes, como uma instalação local, que servirá para a produção do site novo.

No site antigo, vá em Ferramentas e depois em Exportar. Faça a exportação das mídias, posts, páginas e produtos, entre outros tipos de conteúdos que podem estar disponíveis e serão utilizados no site novo.

Tela Exportação WordPress

Na instalação de testes, importe todos os conteúdos dos arquivos XML, começando pelo arquivo de mídias.

Tela Importação WordPress

Revise todos os conteúdos, confira as urls, apague mídias e outros arquivos que não serão utilizados. Enfim, deixe tudo pronto para colocar o site novo no ar.

Na hospedagem do novo domínio, instale o WordPress e o All In One WP Migration.

Utilizando o All In One WP Migration, faça a exportação do site de testes, e importação para o domínio novo.

Teoricamente a migração do seu site está pronta, mas na prática deve realizar algumas tarefas para garantir o SEO em seu projeto.

Plugins WordPress

Por boa prática deve simular o projeto do domínio novo na sua instalação de testes, o que inclui instalar os plugins que serão utilizados.

Plugins de SEO como o Rank Math configuram e utilizam algumas tabelas no banco de dados da sua instalação WordPress. Sendo que os dados armazenados são exportados e importados normalmente, desde que se utilize o plugin nas suas instalações. Ou seja, quando exportar os seus conteúdos, as informações do Rank Math estarão incluídas quando importar.

Cuidados Com a Migração

Para garantir que migrou sem perder o SEO, é preciso seguir algumas práticas e precauções para que tudo rode normalmente.

No exemplo citado de migrar alguns domínios antigos para um domínio novo, foi realizado todo um trabalho de configuração dos arquivos htaccess dos domínios antigos, para direcionarem corretamente para as novas urls; além configurar o robots destes sites, para que nenhum fosse indexado novamente e não acontecer algum tipo de duplicação de conteúdos.

Depois de Migrar o Site

Já com o novo site no ar, basta continuar com a sua rotina normalmente, realizando testes de desempenho e carregamento das páginas, acompanhando a indexação dos conteúdos, conferindo o posicionamento entre os resultados de busca, entre outras práticas e tarefas comuns num projeto de SEO.

E aqui fica a importante ressalva, de que no modelo de migração que apresentamos você garante que não há perdas internas em termos de SEO, mas tudo que envolve os fatores externos podem ser impactados, a começar que estará utilizando um domínio novo. Então deve fazer o seu trabalho de manutenção e principalmente promoção do projeto.

Para finalizar, podemos dizer que migrar um site com foco nas principais técnicas de SEO é essencial para preservar e melhorar a visibilidade online, manter rankings nos motores de busca, corrigir problemas existentes e oferecer uma experiência positiva aos usuários, contribuindo para o sucesso contínuo da presença online.

Por acaso, já realizou a migração de algum site? Se quiser, você pode deixar um comentário e compartilhar sua experiência com outros gestores que acompanham o Guia do SEO, Otimização de Sites.

5/5 - (2 reviews)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *