Como Funcionam os Dados Estruturados do Google

Como Funcionam os Dados Estruturados do Google?

Dicas de SEO

O primeiro passo para ser um profissional de SEO é entender o funcionamento das pesquisas e como os resultados são disponibilizados no Google. E entre as diversas práticas de otimização de sites nos deparamos com os chamados Dados Estruturados, que como o nome sugere servem para estruturar conteúdos numa formatação.

Existem diversas vantagens ao investir e produzir conteúdos com dados estruturados, e vamos entender o seu funcionamento nesta publicação. Confira especialmente se percebeu que as suas principais métricas caíram e está sem entender os motivos.

O Que São os Dados Estruturados do Google?

Para entregar a melhor experiência para seus usuários, o Google não precisa entender o conteúdo de uma página, mas de todas as páginas disponíveis na web. E além da relevância dos conteúdos existem outras práticas que podem ajudar na identificação e facilitar para que o usuário encontre o que está procurando com maior assertividade.

Os dados estruturados são uma formatação que pode ser aplicada em seus conteúdos para indicar ao Google claramente do que se trata aquela publicação. Por exemplo, numa loja virtual você pode utilizar dados estruturados para informar ao Google o título, o preço, o estoque, entre outras características de um produto.

Um bom exemplo da utilização de dados estruturados são as publicações de receitas. Se depois de uma pesquisa todos os resultados fossem genéricos ou idênticos, com um título e uma pequena descrição apenas, o usuário começaria a fazer uma espécie de tentativa e erro, clicando em diversos resultados até encontrar o que realmente estava procurando e lhe agradou.

Com os dados estruturados, ele identifica rapidamente as características iniciais de uma publicação de receita, e realiza seu clique com maior segurança sobre qual será o conteúdo. Isto faz com que ele ganhe tempo e evite um grande histórico de acessos; sem contar que nas próximas pesquisas o Google terá uma ideia muito mais acertada sobre o comportamento deste usuário, apresentando os resultados de acordo com o seu perfil.

Como Funcionam os Dados Estruturados do Google

Benefícios de Otimizar Conteúdos Com Dados Estruturados

Investir em conteúdos otimizados com dados estruturados do Google oferece diversos benefícios significativos para a visibilidade online e a experiência do usuário. Em primeiro lugar, a utilização de dados estruturados facilita a compreensão do conteúdo pelos motores de busca, permitindo uma indexação mais precisa e a apresentação de rich snippets nos resultados de pesquisa.

Ao incorporar dados estruturados, como marcação Schema.org, nos seus conteúdos, é possível fornecer informações mais detalhadas sobre produtos, eventos, avaliações e outros elementos, o que contribui para destacar o seu conteúdo nos resultados de pesquisa, aumentando a visibilidade e atraindo a atenção dos usuários.

A utilização de dados estruturados pode melhorar a relevância do seu conteúdo para buscas específicas, ajudando os motores de busca a entender melhor a semântica e o contexto do seu site. Isso resulta em uma classificação mais precisa nos resultados de pesquisa, atraindo tráfego qualificado.

A experiência do usuário também se beneficia, uma vez que os rich snippets fornecem informações mais detalhadas e atraentes diretamente nos resultados de pesquisa, melhorando a decisão do usuário sobre clicar no link. Isso pode levar a taxas de cliques mais altas e, potencialmente, a uma melhor conversão.

Resultados de Pesquisas Com Dados Estruturados

Os resultados de pesquisas no Google estão em constante evolução, ficando a cargo do profissional de SEO acompanhar as atualizações nas SERPs e o modo como os resultados das pesquisas são disponibilizados.

Num exemplo mais prático, os resultados de pesquisas podem listar conteúdos (urls) com dados estruturados ou não. Naturalmente os que possuírem os conteúdos estruturados terão um maior destaque, o que tende a ser melhor visualmente e gerar mais cliques e outros tipos de engajamento com o conteúdo por parte dos usuários.

Dados Estruturados de Receitas Google

Para entender inclusive o funcionamento dos resultados de pesquisas com dados estruturados é preciso conhecer quais os tipos ou modelos disponibilizados. Na lista a seguir temos as categorias de sites ou de publicações que podem utilizar dados estruturados para se destacarem nas pesquisas.

  • Alimentos e Bebidas
  • Ecommerce
  • Educação e Ciência
  • Entretenimento
  • Esportes
  • Notícias
  • Organização
  • Vagas de Emprego

Se estiver trabalhando num projeto que se encaixa nas categorias listadas, confira a documentação sobre dados estruturados e saiba quais são os parâmetros que deve incluir para que suas páginas sejam validadas.

Como eu Crio Conteúdos Com Dados Estruturados?

Depois de conferir quais os tipos de dados estruturados disponíveis, o que você precisa fazer é saber como configurar para que seus conteúdos sejam considerados aptos a serem exibidos como dados estruturados nas pesquisas do Google.

Formatos de Dados Estruturados

Os formatos de dados estruturados acabam funcionando como um tipo de template para configuração dos conteúdos. Existem alguns plugins que automatizam bastante esta tarefa para você, mas pode ser mais interessante fazer a configuração manualmente, inclusive para ter mais controle sobre seus conteúdos.

Independentemente do modo como pretende trabalhar os seus conteúdos, deve conhecer e entender os tipos de dados estruturados utilizados pelo Google. Confira os modelos disponíveis na lista a seguir.

JSON-LD: esta marcação é na verdade um pequeno script, que normalmente é incluída no cabeçalho das páginas com os outros scripts carregados, mas você pode adicionar manualmente no final da página ou mesmo no próprio conteúdo. O importante é que o Google tenha acesso e consiga identificar o JSON-LD.

Microdados: são um conjunto de tags HTML que podem ser inseridas no conteúdo, mas existe a possibilidade de serem exibidas no cabeçalho.

RDFa: é uma extensão em HTML5 bastante similar ao Microdados e que pode ser utilizado praticamente do mesmo modo, no conteúdo ou no cabeçalho.

É importante ressaltar que mesmo depois de validar a sua página como apta para dados estruturados não quer dizer que a mesma será sempre exibida entre os resultados desta maneira. Ou seja, ao formatar sua página ela estará elegível a ser exibida entre os resultados com dados estruturados, mas o Google é que irá definir esta exibição ou não.

De qualquer forma, sempre que for possível é interessante utilizar os dados estruturados, pois ao determinar o tipo de conteúdo e a classificação de suas páginas aumenta as chances de cliques em suas urls, o que pode ser um grande diferencial em relação aos seus concorrentes no Google.

Com certeza investir em conteúdos otimizados com dados estruturados do Google oferece vantagens como melhor visibilidade nos resultados de pesquisa, aumento da relevância do conteúdo, melhor experiência do usuário e, consequentemente, potencial crescimento do tráfego e conversões no seu site.

E então, por acaso desenvolve algum tipo de trabalho ou estratégia de dados estruturados em seus projetos de SEO? Se quiser, você pode deixar um comentário e compartilhar sua experiência com outros gestores que acompanham o Guia do SEO, Otimização de Sites.

5/5 - (2 reviews)

1 comentários em “Como Funcionam os Dados Estruturados do Google?”

  1. Thanks for sharing your thoughts. I really appreciate your efforts and I
    am waiting for your further write ups thanks once again.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *